Curtas


Com problemas imensos com minha internet, ou o que a OI chama de internet, o post vai bem atrasado e com assuntos meio passados. Mas dane-se, o blog é meu!🙂

—————————————

Hors merdas

Talvez por causa da queda na importância da premiação, numa tentativa de atrair novamente o público e atenção da mídia, a Placar resolveu dar ao monstrengo Neymar o título de Hors Concurs do seu prêmio Bola de Prata

Se nem Messi é considerado tão acima de seus rivais, porque bulhufas Neymar deveria ser? Isso me pareceu uma atitude extremamente populista, tentando ganhar apelo na popularidade do jogador, especialmente entre pessoas que não entendem muito de futebol.

Não é preciso dizer que Neymar não é nem de longe um jogador em seu auge. E também não custa lembrar o fracasso do jogador nas Olimpíadas ou em levar o Santos a algo melhor esse ano.

Um grande jogador não se faz de dribles e lances. Se faz de muito mais que isso, algo que, pelo menos na teoria, deveria ser considerado para conceder uma honraria desse nível. Até nisso o esporte está ficando banal ultimamente.

————————————-

MVP

Acho que esses prêmios deveriam seguir mais a lógica dos prêmios de MVP das ligas americanas.

Não ganha o “melhor tecnicamente”, mas sim aquele que foi o mais importante para seu time na temporada.

Traduzindo: sem esse fulano, o time não teria desenvolvido seu potencial.

Portanto, seguindo esse critério, fico com Ronaldinho. E Fred também, no caso da premiação “oficial”. Tinha que ser um dos dois. Fluminense nunca teria sido campeão (sic) e o Atlético teria ocupado um meio de tabela sem o dentuço. Você escolha o seu MVP.

—————————————-

Overdose de Mundial

Começou a OD do mundial interclubes. É muito Corinthians até pra quem tá acostumado. Mas fazer o que? Talvez torcer pro Monterrey e Al Ahly fazerem a final?😉

—————————————

Clássico é clássico

E vice versa já diria o poeta. Então deveríamos parar com essa baitolagem de achar que um jogo cheio de tensão deve ser baseado no tal “fair-play”. Nunca foi assim e, por favor, parem de tentar transformar o futebol num esporte elitizado.

Em nenhum (nenhum, leiam bem) lugar do mundo um clássico é pautado pela paz. Muitos clubes tem rivalidades ideológicas, religiosas, étnicas ou qualquer outro motivo pra que as torcidas dos times não sejam amigas umas das outras.

Não significa que tenhamos que ver mortes. Longe disso. Mas o esporte é um reflexo da sociedade, seja onde for. Portanto jogos tumultuados, com confusões dentro e fora de campo são comuns. Deve-se, obviamente, zelar pela segurança do torcedor.

Mas vejam hoje a invasão de campo no clássico de Manchester e a agressão ao Ferdinand, vejam os clássicos tumultuados na Itália, as brigas violentas no antigo Rangers e Celtics ou mesmo a preocupação geral quando Milwall e West Ham se enfrentam, com perigo até mesmo de iniciarem um novo incêndio em Londres.

Portanto me sinto envergonhado de saber que um estádio como os Aflitos pode receber um clássico da importância (para o estado) de Sport e Náutico, com torcidas de ambas as equipes, enquanto o moderno (sic) Independência é vetado para as torcidas de Atlético e Cruzeiro.

Me pergunto se o Mineirão também será vetado para clássico de duas torcidas. Não duvido que aconteça, ainda mais prevendo que temos uma Copa das Confederações pela frente.

———————————–

Fim do mundo

Tem gente achando que o mundo vai acabar agora…..pois eu acho que já acabou! Ou, pelo menos acabou do jeito que a gente conhecia….

 

2 thoughts on “Curtas

  1. Sobre o hors concours do Neymar eu escrevi algo meio parecido. Mas a mídia não consegue viver 30 segundos sem um ídolo incontestável. Daí… (coitado do Messi, deve estar inconsolável depois dessa).
    MVP eu concordo no caso do Fred, já pro R49, sei não. Vi vários jogos do CAM e o Bernard foi MVP em alguns. Vai ver dei azar.
    A tv inglesa tentou evitar imagens da confusão no jogo de Manchester. Parece que vão adotar o padrão FIFA de transmissão.

    Aí, todo mundo tava dormindo, o mundo acabou e botaram outro no lugar. E esse outro é muito pior. MUITO!

  2. Ok, a idéia é mostrar que ele está acima dos outros hoje em dia, mas acho um exagero colocarem o Neymar como “hors concours” da Bola de Prata da Placar; penso que ele é muito bom, mas ainda não chegou, por exemplo, nem no nível do Romário, ainda mais no do Pelé, único intocável do prêmio da Placar. O Zico ganhou 3 brasileiros em 4 anos e não virou hor concours; o Rogério ganhou 6 bolas de prata como goleiro (e uma de ouro) e não virou unanimidade, o Romário ganhou a Copa JH e foi artilheiro com 39 anos e não virou hors concours, ou seja, exageraram nessa do Neymar, que ainda não fez um grande Brasileiro. Me parece ser uma coisa claramente para polemizar e chamar a atenção para o prêmio, além de refletir bem como é o nosso mundo efêmero de hoje em dia. O cara joga bem pouco tempo e já é endeusado, afinal é preciso vender a marca, para todos lucrarem; repito que sei que o Neymar joga muita bola, mas daí a ser “fora de competição” é um pouco demais.

    Engraçado ver que alguns que diziam “não torcer para títulos e sim para o Corinthians” estão agora comemorando…UM TÍTULO! Título este que foi muito desprezado por alguns corinthianos enquanto não o possuíam. Isso mostra que o “marketing da mística da torcida” pode ser bom, mas ter um time forte e vencedor conta muito mais.

    Concordo com o Marco, o Bernard, para mim, jogou um Brasileiro, no todo, melhor que o do Ronaldinho, que inegavelmente, foi melhor do que eu esperava no Atlético/MG, mas o jovem foi mais regular no meu modo de ver, nas partidas que assisti. Também acho que o Fred foi o mais decisivo, seria o MVP; pena o Deco não ter jogado mais no campeonato pelas contusões, enquanto esteve em campo foi muito bem.

    Concordo contigo, essa coisa de torcida única é a polícia e o Estado (no caso os formadores do “choque de gestão”, que tiram dinheiro da educação para fazer obras da Copa) dizendo que não têm condição de cuidar da segurança de um evento e por isso, acham mais fácil cercear o direito de uma das torcidas ir ao campo; é evidente que deve acontecer uma limitação para a torcida visitante, segurança no entorno, etc, mas tomara que, com o Mineirão pronto, e em todos os clássicos do Brasil, possam liberar a entrada das duas torcidas envolvidas.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s