Tudo no script


Como previsto o Messi levou o prêmio de melhor do mundo. Afinal a temporada do argentino foi quase perfeita.

Messi levou o Barcelona a conquista do mundial. Jogou muito, comeu a bola, foi estupendo.

Mas Cristiano Ronaldo também. Talvez, na análise fria dos números, tenha sido até melhor que Messi. Mas não levou o Real a lugar nenhum. E o pior, se escondeu durante os jogos mais importantes dos merengues.

Algo que Messi não faz. Pelo contrário, ele chama a responsabilidade. No Barcelona, claro.

Agora chega. Vamos com calma.

Ok, tudo bem. Messi é tri-melhor do mundo. Levou o Barça a outro patamar. Mas vamos com calma nas comparações, por favor.

Vamos lembrar que o time do Barcelona é espetacular. Tem Xavi e Iniesta, que concorreram com ele no ano passado. Como todos já perceberam, é um time pra entrar pra história. Portanto Messi não joga sozinho.

E a maior prova disso é o desempenho do baixinho na seleção argentina. Pífio.

Jogando num time fraco (como eles são) Messi não se destaca tanto. E aí entra a parte em que ele vira um Cristiano Ronaldo. Porque ele se esconde sim.

E a desculpa de que ele joga deslocado não cola. Se fosse tão bom quanto uns cantam (até o melhor de todos os tempos já ouvi) ele não teria tanta dificuldade como tem na seleção argentina.

Ele merece o prêmio. Mas que abra o olho.

Ano passado o prêmio poderia ter ficado com Xavi, que foi muito bem no Barcelona e espetacular na Copa do Mundo. Esse ano o Ronaldo portuga não levou o Real a nenhum título de expressão. Isso pesou.

Messi está acima de qualquer outro hoje, isso é fato. Mas pode não ser amanhã.

O Real Madrid vem jogando muito bem no espanhol. Abriu uma vantagem apesar de ter perdido o jogo para o Barcelona. Se Ronaldo levar os merengues ao título da Liga ou do Espanhol a vida do Messi ficará complicada.

Até porque se ele ganhar de novo eles podem parar de por o nome dele na lista.

—————————————-

Abre o olho Barcelona

Eu vi o clássico contra o Espanyol e vi a marcação do Espanyol, sem medo do Barcelona.

Como disse o Marco nos comentários, o Espanyol é BEM fraquinho. E arrancou um empate comemorado como vitória.

Porque o Santos não jogou assim? Teria ganho ou dado muito trabalho e não teria sido humilhado.

O que percebi do Barcelona: o time deu VÁRIOS chutões, errou INÚMEROS passes e parecia assustado em campo. Isso porque não esperava o Espanyol jogando daquele jeito. Simples assim.

E não me venham com a história da motivação. O jogo era um clássico. Valia muito. E o Real já tinha vencido na rodada.

O Barcelona pode estar passando por uma fase perigosa de acomodamento. Que não pode durar, ainda mais quando se tem um Real zunando.

4 thoughts on “Tudo no script

  1. Qdo falo de motivação é comparação que faço com os jogos contra o Milan e o Real Madrid; o Barcelona sabe que, mesmo 5 pontos atrás do Real só depende de 1 tropeço do RM em outra partida, além de vencer os merengues no Camp Nou, para poder ser campeão, ou seja, a situação ainda é relativamente tranquila. A acomodação, me parece, ainda não chegou no lado mais famoso da Catalunha, pelo menos por enquanto; entendo que a dificuldade em jogos fora de casa que o time tem encontrado nessa temporada vem um pouco da entrada de novos jogadores no plantel e o fato dos times adversários também tentarem vender mais caro a derrota, qdo jogam em casa contra o Barça.

    Sobre o Messi concordo com você; ano passado, acho que o Sneijder merecia ao menos ser lembrado entre os melhores, pelo que fez na Inter e na Copa; o Xavi é o jogador mais regular do mundo há algum tempo (regularidade em altíssimo nível). O Messi é favorecido pelo time em que joga; além disso, essa coisa de premiar o tal melhor é algo que me irrita um pouco; antigamente não se via todos os jogos de todos os jogadores como acontece hoje; tem dia que o cara não joga tão bem, mas dependendo do caso, isso é relevado, por muito marketing e enrolação. Ou seja, temos de relativizar as coisas e analisar separadamente como você fez.

  2. Na boa, esse prêmio da FIFA, que era de uma revista francesa, tem o mesmo valor de um Oscar, Grammy, People’s Choice, Golden Globe, Leão de Cannes… É só uma festinha bebemorativa. E os escolhidos são os que mais estão a favor da correnteza. Não que os vencedores não mereçam, mas… Acho que há uma inversão de valores.
    Só como exemplo, outro dia vi uma entrevista do Lucas (SPFC), mostrando seu lado caseiro, fritando um ovo pro repórter, mostrando o apê, o pai, os amigos… Aí o repórter perguntou os objetivos do rapaz. E ele disse que tinha 2 sonhos: o primeiro, mais SIMPLES, ser campeão na Copa de 14. O segundo, PRINCIPAL, ser o melhor do mundo nesse prêmio da France Football.
    Ora, ora, ora… Vá te catar, Lucas!!! Já me bastou o Robinho “arantes do nascimento” com esse papo de melhor do mundo. Pô, os caras estão trocando as bolas. Ser melhor do mundo não deve ser o objetivo principal, mas uma consequência.

    O Messi realmente merece o prêmio. Mas isso não vale tanto. Ou vale só pra ELE. Pro torcedor argentino o que será mais importante, o Messi levar 500 prêmios da Fifa ou a Argentina ser campeã do mundo????

  3. De fato Marco, o Robinho paga até hoje por essa bobagem de dizer que seria o “melhor do mundo”; o Lucas, depois que começou a ter como agência que cuida da sua imagem aquela do R.Gordo começou a se expor mais na mídia e parece que a contrapartida disso é ter de falar esses discursos prontos e babacas.

    Sobre o prêmio é bem por aí mesmo.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s