Lembranças de 1996


Hoje é dia 15 de dezembro de 2011. Um dia como outro qualquer, se não fosse pela chuva que não para de cair aqui nas alterosas.

Mas por pouco o dia de hoje passaria despercebido por mim. É que hoje fazem 15 anos do último título brasileiro do Grêmio.

Mas o que eu tenho a ver com isso, cara pálida?

Bom, é a primeira final de campeonato brasileiro que me lembro. É o primeiro campeonato inteiro que me lembro. E me lembrei de algumas coisas que não fazemos mais hoje em dia, mas que naquela época era normal.

Por exemplo: comprar o jornal do domingo e, a medida que os resultados eram anunciados após o jogo do Galo (que ouvia no rádio), ir fazendo as contas de lápis na tabela do campeonato.

Esperávamos para ver os gols da rodada no Fantástico. Que se resumia a mostrar os gols, dos melhores ângulos, sem palhaçadinhas e câmeras atrás dos gols.

A zoação com os adversários era no cara a cara. Não tinha essa história de twitter, facebook e afins. As gozações eram originais. Não era uma imagem compartilhada por 1 milhão de pessoas, a maioria “torcedores de ocasião”.

Era um tempo em que só passava uma partida na TV. E sempre tinha um carioca ou paulista. Essa história de passar jogo dos times mineiros fora de casa não existia. Clássicos então, sem chance.

Torci muito pro Grêmio. Na época eu nem sabia o tamanho do tricolor do RS. Mas sabia que a Portuguesa tinha eliminado o excelente time do Atlético nas semi finais, num dramático jogo no Mineirão.

Esse gol do Aílton foi comemorado por quase todo o estado de MG.

———————————————————-

O Santos e o Barcelona venceram. Deu a lógica.

Vamos ver como o Barcelona vai encarar a final. Se vier com força máxima vence. Se brincar como hoje não leva.

———————————————————

É época de especulações, muitas especulações. A maioria são mentiras plantadas por empresários e jornalistas afim de ganhar destaque.

É uma equação simples. O empresário paga pro jornalista falar que fulano, que está encostado naquele time “X”, está sendo sondado pra ir para o time “Y”, que vai pra Libertas. Com isso o time “X” oferece uma renovação para o fulano. Ou então o time “Z”, precisando de um jogador pra posição, oferece um salário estratosférico para o perna de pau.

Para mostrar que a contratação do fulano foi acertada, os jornalistas do estado do time “Z” começam a relembrar os melhores momentos do fulano, gentilmente cedidos pelo empresário. Momentos esses que já foram editados há 5 anos, mas que o empresário continua usando para mostrar o potencial do fulano.

E assim caminha o futebol. Muita bobagem, mentira e especulação. E muito clube sendo enganado.

——————————————————–

Agora volte ao texto anterior e substitua “Z” por Atlético-MG. Pronto, ficou mais real?😉

——————————————————–

A seleção feminina de handebol perdeu para a Espanha nas quartas de final do mundial. Mas foi um jogo equlibrado.

Algo impossível de acontecer uma década atrás.

O handebol talvez seja um dos esportes mais praticados e menos amados no Brasil. Afinal, todo mundo tem que jogar nas aulas de educação física, mas são pouquíssimos que conhecem o esporte. Menos ainda os que seguem no esporte.

Talvez seja um dos esportes para trabalharmos para as Olimpíadas do Rio. Dá tempo e temos as melhores seleções feminina e masculina da história.

Uma derrota nas quartas de final já é um grande passo a frente. Não deve ser comemorada, mas deve ser usada como exemplo para que possamos melhorar no futuro.

E, curiosidade ou não, temos um técnico estrangeiro na nossa seleção. E ainda tem muita gente que fica torcendo o nariz quando trazemos estrangeiros pra treinar aqui. Especialmente em esportes em que estamos por baixo.

Balela. Esses técnicos ajudam e muito o desenvolvimento do nosso esporte. E fincam as raízes para que no futuro possamos ter técnicos brasileiros tão bons quanto os estrangeiros.

————————————————————-

Voltando ao Mundial, andam dizendo por aí que o Neymar e midiático. Não seria a mídia Neymártica?

O monstrinho joga muito sim. Mas tem o carisma de uma porta. E sua declarações são tão profundas quanto um pires.

Mas a imagem do rapaz vende. Então, fazer o que?

Eu ignoro.

 

5 thoughts on “Lembranças de 1996

  1. Pois eu lembro de antes de 96, quando praticamente não existia futebol ao vivo na TV. Salvo raras exceções, como eliminatórias, Copa, amistosos… Algumas vezes dava pra ouvir os debates na rádio, ler o caderno de esportes, ir pro estádio, voltar pra casa e ainda pegar o VT do jogo. Acho que até tinha alguma regra que permitia o VT (de graça) após 3 ou 4 horas.

    Sobre esse negócio de especulação e hiper-valorização, enchem minha paciência. Pega o caso do Montillo, o queridinho de todos os clubes. Tão armando um leilão, grana, jogadores em troca, isso, aquilo… Ok, é um bom jogador, acima da média. Mas não é gênio. Nem passa perto. Se fosse, o Cruzeiro não teria ficado até a última rodada com a corda no pescoço. Claro que ele não foi o único culpado pela situação da Raposa. Pelo contrário. Mas ele também não é o único responsável nas vitórias.

    Minha bolha de cristal tá meio suja. Mas acho que a Avenida Durval vai estar muito movimentada no domingo. 5×1 pro Merengue FC.

    Ah, tinha handebol no colégio sim. Mas a gente fazia um embromation com o professor e ia jogar futebol de salão mesmo. Acho que só as meninas jogavam pra valer.

  2. Sobre o oba-oba em torno do Neymar (joga bem, mas tem as características que você falou) e a especulação de fim de ano, é por aí mesmo; só no caso do Montillo temos de lembrar que existe a briga da mídia paulista corinthiana e o SP que não quer ficar par trás já que teve a chance de contratar o cara ano passado e não foi buscar; como disse o Marco; é bom jogador, mas está sendo supervalorizado, como quase tudo nessa época do ano.

    O Santos jogou mal coletivamente, como vem fazendo ultimamente. Parece que a falta de ritmo de jogo e a ansiedade (medo) de perder na primeira partida pesam, e o caso de um time praticamente abandonar o Brasileiro para se dedicar ao Mundial têm de ser rediscutido daqui para a frente. Elano vem muito mal depois de um ótimo 1º semestre, e Durval e Bruno Rodrigo dão susto em qualquer torcedor. Claro que Neymar, Ganso – que teve bons lampejos, mas não foi constante – e Borges podem decidir em um lance, mas o time precisaria jogar melhor. Apesar disso, está tão na cara que o Barcelona vai ser campeão que… (se for como em 2006, o Santos passa a ter mais chances, ainda mais que o centroavante do Barça não joga, assim como o Eto’o não jogou em 2006 e isso foi fundamental para o time do Inter ser campeão, no lugar dele jogou o GUDJOHNSSEN!!!). Mas falando pra valer, esse time do
    Barça é melhor e mais (palavra da moda) focado que o daquela época: aposto em 4×2.

    Em 1996 o Sportv já passava o campeonato e o PPV apareceu só no ano seguinte ou em 1998, não me recordo; acho que houve um avanço no sistema de disputa e na bagunça de remarcação de datas (ainda que estejamos longe do ideal). O time do Grêmio era muito competitivo e o Paulo Nunes jogou por 2 naquele torneio, já que o Jardel tinha ido embora e o outro centoavante do time era o Zé Afonso (e o reserva era o Zé Alcino)!!! Arce e L.C.Goiano tb foram fundamentais e até o Adilson Batista foi importantíssimo ali (como zagueiro). Meu time naquele ano, além de só ter o Válber na zaga (o restante era um lixo) preferiu fazer corpo mole para derrubar o Parreira (sendo o atual “comentarista” Muller, o pivô da história), do que tentar chegar entre os 8, sendo que até tinha condições para tal, inclusive já tinha o bom Aristizábal no ataque.

    Sobre o handball é bem por aí; um trabalho minimamente sério e com a ajuda de conhecedores da área (mesmo que sendo estrangeiros) pode render bons frutos; não acompanho in loco a modalidade, mas isso pode ser um bom caminho para 2016 e continuar após…Pena que só o EI transmitiu a modalidade, já que no Brasil é preciso ter resultado primeiro, para depois a mídia se interessar.

  3. O Montillo é um ótimo jogador, mas não vale o que o Cruzeiro quer. E cada dia que passa fico mais assustado com as contratações que estão sendo feitas pra próxima temporada. Assustado mesmo. Estão atleticanizando o cruzeiro.
    Joguei muito handebol. Uma semana era futsal, na outra handebol. Pelo menos por aqui é assim. E era tudo misturado mesmo.

    Sobre o Santos e Barça eu tenho a opinião que o Barça ganha, é só um achismo.
    Mas tinha a mesma opinião em 2006…..Imagina o Santos campeão do Mundo com um gol do Durval! hehehe

  4. O Rudinei do Ceará acho uma boa aposta, tem habilidade pra jogar como terceiro cara do meio campo, mas precisa ser menos peladeiro e o Mateus da Lusa pode ser observado no Mineiro; as outras contratações realmente são fracas.

    O Durval já fez até mais do que eu esperava dele; basta lembrar que ele foi decisivo no título do SP em 2005,rs…Foi bem no Sport e não cometeu nenhuma patacoada decisiva na Libertadores desse ano.

  5. Só pra você ver como anda a babação da mídia e toda a empolgação criada em torno do Moicano: hoje, no Arena Sportv, fizeram uma enquete sobre a decisão do Mundial de Clubes. Enquete que rolava no site do Sportv, provavelmente. Na hora que eu vi estava assim:
    Barcelonna = 12%
    Santos = 88%

    Pode até acontecer o gol do Durval e a zebra, mas… Pombas, 88% nem se só a torcida do Peixe votasse. Dá um tempo!!!!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s