That’s all folks!


Terminou o Brasileirão. Acabou o “campeonato mais equilibrado da história”, e, por ironia do destino, o campeão foi o time que mais permaneceu na liderança.

(Não vou me alongar muito fazendo análise dos jogos. Apenas vou pontuar alguns assuntos.)

Ironia porque em um determinado momento 6 times poderiam assumir a liderança ao fim de uma rodada. Mas quem venceu foi o time que mais foi líder.

Ouvi piadas dizendo que domingo o Vasco era o Brasil no campeonato Brasileiro, fazendo analogia com a “suposta” torcida quando um clube brasileiro disputa uma competição sulamericana. E tem um fundo de verdade sim. Inclusive o Alexandre comentou aqui. Muita gente torce contra o Corinthians por causa da fanática e nada imparcial imprensa de São Paulo.

O mais curioso de tudo é que justamente esses canais (Band e Gazeta, especialmente) apresentam audiências baixas nos seus programas esportivos. Eles supõe que, sendo popularescos e apoiando descaradamente o Corinthians, alavancarão a sua audiência. Mas isso não é verdade, longe disso.

A instituição Corinthians nada tem a ver com isso. Nada. O presidente de agora pode usar a imprensa a seu favor, mas ele apenas navega ao sabor dos ventos. Seria tolo se não o fizesse. O Corinthians tem uma torcida enorme e gigante, isso é fato. Fanática também, para o bem e para o mal.

Poderia ser o São Paulo o time popular. Ou o Nacional. Talvez a Juventus da Mooca. Mas é o Corinthians. Não adianta “ficar torcendo” contra. É besteira. Devemos sim cobrar uma imprensa mais isenta e menos polêmica. Uma imprensa que noticie sim, pois é seu dever. Mas que investigue também. Que ponha o dedo nas feridas das administrações do Corinthians, como fizeram quando o Dualib caiu. Pois isso também é dever da imprensa. Não adianta só apontar os erros quando a casa já caiu. Ou quando o dinheiro não pinga no fim do mês.

Como vocês podem perceber, sou péssimo de palpites. Acertei apenas o Inter na Libertas. E foi merecido pelo elenco que eles formaram.

Assim como foi merecido o rebaixamento de Ceará e Atlético-PY. Se o Cruzeiro, Bahia ou Atlético original tivessem caído também, não seria injusto. Esses times fizeram, em determinados momentos, campanhas tenebrosas, horrorosas. O América por exemplo, apresentou um futebol melhor que todos esses times durante o campeonato. Mas perdeu muitos jogos pelo fraco psicológico e pela falta de experiência de alguns atletas chave.

A vitória do Cruzeiro foi merecida. Não há nenhuma goleada como essa que não seja merecida. Mas que fica estranho, isso fica. As vezes a verdade é tão simples que não acreditamos nela. O Cruzeiro pode ter simplesmente jogado tudo o que sabe e o Atlético não ter jogado nada.

Mas que fica aquele cheirinho de marmelada, isso fica. Ainda mais conhecendo os bastidores escuros dos dois grandes de BH. O rabo preso com patrocinadores. As dívidas com certos donos de banco…as famílias turcas e sírias (Atlético) e italianas (Cruzeiro) que acabaram se tornando as mandatárias dos dois clubes tem raízess comerciantes. E muitos negócios. E isso, historicamente, acaba refletindo nos clubes.

O que me assusta é ver o Cruzeiro anunciando seus reforços para a temporada que começará em janeiro. Zagueiro da Portuguesa, menino do América, mais um do Boa Esporte….posso estar redondamente enganado, mas o cenário é muito, muito semelhante a esse aqui.

No mais, ano que vem tem de novo. Teremos Grêmio com Caio Júnior, Botafogo com Oswaldo de Oliveira e o Galo com o Cuca. Teremos ainda o dentuço no Flamengo? E o Montillo, estará no time da Enseada das Garças? Só tempo dirá. Até lá, vamos de futebol europeu. E de NBA.

————————————————–

Só para constar: não tenho nada contra o Leão! Pelo contrário, não me esqueço do time que ele montou em 1997, campeão da CONMEBOL e da Centenário e que chegou a fase final do Brasileiro daquele ano, sendo o 3º melhor na pontuação geral. Só acho que o São Paulo o contratou para apagar incêndio. E acabou, por falta de opção, ficando com ele. O Leão é um dos treinadores mais coerentes que conheço. E tem uma personalidade forte.

————————————————-

De uns tempos pra cá sempre tenho publicado notas sobre mortes. Isso é mórbido, chato e desconfortável.

Mas não posso deixar de falar sobre a passagem de Sócrates. Um dos meio campistas mais inteligentes que o mundo viu. E também uma pessoa inteligentíssima fora das 4 linhas. Compartilhava muitas (não todas) das suas crenças políticas e sociais.

Sócrates, junto com Zico, foram os jogadores de 82 que mais são conhecidos mundo afora. Sua morte teve grande destaque na imprensa da Inglaterra e da Itália. E com grande ênfase para seus lances, mas também para a pessoa em si.

E nada mais justo que homenagear um dos maiores da história com um vídeo sobre o maior time de todos os tempos. Vá em paz Doutor!


3 thoughts on “That’s all folks!

  1. É rapaz, uma goleada dessa é tenso de aguentar hein. Se serve de consolo, o United tomou 6 do City!
    a imprensa aqui de SP me enoja as vezes. até mesmo com uma falsa torcida pela Lusa.
    Quem viu esse time de 82 jogar sabe a magia que era. Olha a facilidade na troca de passes, nas ultrapassagens, a tranquilidade. Tempos que não voltam mais.

  2. Tá certo, não devemos misturar o CLUBE, Corinthians, com algum presidente ou com a “timão press”. Esses se aproveitam mais do clube do que dão. Se auto-proclamam representantes da torcida e do time. Mas não passam de aproveitadores baratos. Começando pelo Crack, que passou o ano inteiro “prevendo” que o Corinthians seria campeão brasileiro. Pergunta pra ele quem será o campeão paulista, da Copa do Brasil, da Libertas, do Brasileirão 2012, Sulamericana… O cara não é vidente???

    Sobre a goleada cruzeirense… Sei lá, se fosse pra combinar, não seria mais lógico armar um 2×1 ou 1×0, mais equilibrado e sem chamar tanta atenção?

    Acho que o SPFC fez isso mesmo, “só tem tú, vai tú mesmo”, com o Lion King.

  3. Sobre a “timão press” é isso, só acho perigosa a tendência cada vez maior de regionalização de transmissão, o que pode causar conflitos ainda maiores entre torcedores de diferentes times, qdo acontece um encontro (basta lembrar daquele Sport x Corinthians final da Copa do Brasil de 2008). Sobre a imprensa realmente o caso é cobrar e mudar para canais com mais qualidade para falar de esporte (ainda que seja complicado achar às vezes).

    Realmente o América, se entra acreditando que não cairía, poderia se salvar; o CAP vem mal há tempos, com muito discurso e pouca ação (a não ser fazer obra na Arena que não fica pronta nunca), o Ceará errou na troca de técnico (trazendo o Estevam) e o elenco era desequilibado.

    O time do Cruzeiro, mesmo em fase horrorosa, é melhor que o do Atlético no geral, mas o jeito que a coisa aconteceu deixa a pulga atrás da orelha mesmo. Além disso o patrocinador é bem suspeito. Estranho que em 1995 o Palmeiras precisava vencer o Juventude para se classificar no 1º turno daquele brasileiro e muitos disseram que ia ter marmelada, mas o time gaucho empatou em 1×1 e desclassificou o Palmeiras das fases finais.

    Compreendido e concordo sobre o Leão, vamos esperar para ver o grupo q ele terá, se terá autonomia para trabalhar e se saberá lidar com os caras.

    Sobre o Sócrates, ele mesmo dizia que não era atleta, mas era apenas jogador, talvez um pouco por isso ganhou pouco título na carreira. Mas ele fará falta pelas posições dele fora de campo, pouco comuns para 95% dos jogadores.

    Musiquinha “fraca” para animar: http://www.youtube.com/watch?v=Rsui73xPCeE

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s