Under Pressure


Faltam somente 5 rodadas para o fim do Brasileirão e nada está dividido. E o pior é que isso é uma frase pronta usada por quem não tem argumentos. Mas que cabe perfeitamente nesse torneio.

Ninguém caiu, ninguém (exceto claro, Santos e Vasco) tem vaga garantida na Libertas e a briga pelo título não se definiu ainda.

Dependendo de qual estado você esteja a lista de concorrentes ao título é grande ou pequena. Se você estiver no sul, é provável que tenha Figueirense e Internacional na briga. Se você estiver no Paraná o Coritiba ainda é candidato a uma vaguinha na Libertas.

Mas se você estiver em São Paulo, a briga se resume a Corinthians, Vasco, Corinthians, Flamengo, Corinthians, Botafogo, Corinthians, Fluminense e Corinthians.😉

Parece que o povo (e o povo da mídia) não aprendem. Quantas vezes já ouvi “o campeonato vai ficar entre……” e na outra rodada muda absolutamente tudo.

Vamos lá. Faltam 15 pontos. A diferença do “líder” para o 6º colocado é de apenas 5 pontos. Um terço do aproveitamento possível. Nada impossível de se tirar em 5 rodadas.

A questão toda é que o 6º colocado é um tal de Figueirense. Um time que a mídia em geral torce bastante o nariz. Especialmente por causa de seu técnico, raramente citado como o mentor de um time pequeno/médio que tem chances reais de participar de uma Libertadores no ano que vem. Ou mesmo de ser campeão.

Esse campeonato é tão doido e imprevisível que até o Internacional, 7 pontos atrás do líder, pode se considerar na briga. Porque? O Corinthians conquistou 27 pontos nas 10 primeiras partidas. E de lá pra cá foram 31 pontos em 23 partidas. Aproveitamento de 44%. Baixíssimo.

É claro que fica difícil acreditar numa arrancada do Internacional, tendo em conta uma derrota como a da última rodada. Já que futebol é momento, se tivesse que apostar aqui em um time pra ser campeão, apostaria no Fluminense.

Cara de Bi-campeão?

O Fluminense venceu 4 das últimas 5 partidas. Só perdeu para o Atlético-MG, que vem embalado. Venceu o Ceará de virada e o Inter dentro do Beira-Rio. Tem um elenco bom e um treinador que começou mal, mas teve o tempo e a tranquilidade pra fazer as coisas funcionarem.

Como nada nesse campeonato é lógico, esse é apenas um palpite. Já estive mais crente que o Vasco seria campeão. Mas o momento do time parece ter passado. E o cansaço dos jogadores parece que finalmente está fazendo efeito.

E sempre tem o Corinthians. Mas o time paulistano vai precisar de muito mais que comentaristas exaltados e torcedores nas arquibancadas para vencer o campeonato. É outro que parece que perdeu o “momento”.

Highway to Hell

Dificilmente Avaí e América se salvarão do rebaixamento. E tem gente dizendo que o Atlético-MG se afastou da zona e está “tranquilo”, precisando de “uma vitória” pra se livrar da segundona. Isso não é verdade, de jeito nenhum.

Bééérna

5 pontos separam o Atlético e o Bahia da zona da degola. Menos que duas vitórias. E são dois times que estão marcando o início da zona.

Bahia, Atlético e Ceará estão numa zona perigosa. Chamada limbo. Ali você tem a impressão que está livre, que deixou a tormenta pra trás. E ainda mira uma vaguinha na Sul-americana, aquele torneio que eles deixarão de lado ano que vem, quando estiverem novamente para serem rebaixados.

E eu ainda ligaria o sinal de alerta máximo no Palmeiras. Porque o pessoal ali debaixo está com a corda no pescoço, vão jogar a vida nessas últimas rodadas. Claro, fica muito difícil de acreditar que todos ali vencerão no mínimo três jogos dos cinco e passarão o Palmeiras. Mas um time que venceu apenas um jogo no returno deve estar preparado para qualquer coisa.

Falando em momento, novamente, Palmeiras e Cruzeiro vivem dias tenebrosos. Ambos venceram apenas um jogo no returno e tem jogado um futebol de Série C. Pior para o Cruzeiro, que não teve bons momentos no campeonato. E viu a zona do rebaixamento chegar e parece que não estavam preparados para isso.

De todos os candidatos a integrar a Série B ano que vem é justamente o Cruzeiro que tem a faca e o queijo na mão para escapar. Enfrenta Avaí, Atlético-PR, Ceará e Atlético-MG nas últimas 4 rodadas. Todos candidatos diretos na briga contra o rebaixamento. Ainda depende apenas de si mesmo para fugir.

Isso tem um lado bom. Basta vencer as partidas que deixará para trás candidatos diretos.

Mas também tem um lado ruim. Se perder o rival se distancia. Ou o alcança. E jogando o futebolzinho que tem jogado, fica difícil acreditar numa recuperação.

Mas como eu mesmo disse, esse campeonato é imprevisível.

Até o América pode escapar do rebaixamento. E não duvidem disso….

One thought on “Under Pressure

  1. Também acho que o Flu é o que tem oscilado menos. É um pouco favorito, mas não tanto.
    Eu me divirto muito com as “pitonisas do esporte”. Teve gente que mudou de favorito umas 6 vezes. Até a Paloma caiu nessa cilada. Mas ela está excluída da lista😉

    Como falei aqui há muito tempo, teu time vai escapar. Sofrendo, mas vai. E acho que o Ceará será o 4º da turma do Z4.

    Sobre o Jorginho… Faz um negócio, pega os jornais, revistas e programas do pós Copa de 2010. Malharam o cara de todo jeito. Até dizendo que ele influenciava nos erros do Dunga. Criticaram a religião dele, o caráter, tudo… E agora são esses mesmos que dizem que ele “aprendeu”, que é a revelação como técnico e blá blá blá. É impressionante como ele MELHOROU em apenas um ano!

    (gostei da música)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s