Sobre Ferguson, Caio Júnior e Cuca


Nesse domingo Sir Alex Ferguson completa 25 anos a frente do Manchester United. É uma marca histórica.

Ainda mais em tempos como os de hoje, em que até mesmo na Inglaterra, conhecida pelos seus treinadores terem tempo para montar equipes, a urgência por resultados tem deixado cada vez mais desempregados, especialmente nas divisões abaixo da Premier League.

Sir Alex Ferguson ganhou tudo que podia ganhar. Mas eu gosto de ressaltar 2 fatos sobre sua passagem:

O United venceu “apenas” 2 vezes a Liga dos Campeões em 25 anos

Sir Alex Ferguson levou 6 anos pra ganhar um título com o United

A segunda afirmação é a mais absurda nos dias de hoje. Na verdade quando assumiu o Manchester estava numa situação desconfortável, convivendo com um domínio absurdo do Liverpool. E não imagine que o Manchester fez apenas boas campanhas nesse tempo e por isso ele se segurou no cargo. Em 1988-89 o United foi apenas o 11º.

Ferguson não só acabou com o domínio do Liverpool como começou o domínio do Manchester, talvez mais impressionante que o dos Reds, e que dura até hoje.

Não vou chover no molhado e relembrar seus títulos. Nem suas polêmicas.

Não posso discutir também de maneira nenhuma a capacidade de Alex Ferguson como treinador. Não apenas taticamente, mas mentalmente também. O homem é muito bom no que faz.

Quero lembrar é que ele teve tempo. 6 anos. Muito tempo, diga-se de passagem.

O que ele fez? Se virou inicialmente com o que tinha. Dentro da realidade do Manchester. Investiu aonde podia, na base. E apostou em reforços polêmicos mas que sempre davam o sangue, literalmente, pelo United. Ou alguém se esqueceu que todo esse domínio teve uma grande contribuição de um tal de Eric Cantona?

O United se tornou no que muitos afirmam ser o maior clube do mundo. Não sei se é pra isso tudo. Mas é fato que o Manchester nunca teve o cunho político do Barcelona e nem foi tão dominante quanto o Real Madrid nos anos 50 e mesmo assim hoje é, no mínimo, equiparado a dupla espanhola.

De 1967 ate 1993 o United ficou na fila do Campeonato Inglês. De 1968 até 1999 o Manchester United ficou sem a Liga dos Campeões.

Vejam bem, apesar do domínio dentro da Inglaterra, o Manchester United venceu a Liga dos Campeões apenas duas vezes nesses 25 anos. Ou 20, se considerarmos a punição aos clubes ingleses nas competições européias.

Como bem lembrado pelo Emerson Gonçalves, do OCE, por aqui o Muricy foi demitido após ser tri campeão brasileiro porque não venceu a Libertadores.

Imaginem se o United tivesse demitido o Ferguson lá em 1989….

—————————————————————–

Usei o espaço acima para falar de Ferguson e vou usar o resto do post pra falar de outros dois treinadores.

Eu falei, eu falei, que quando o Botafogo desse uma “engasgada”, a culpa ia cair toda no Caio Júnior. Antes de se iniciar a boa fase do Botafogo o Caio já vivia com muitas críticas da torcida. Agora que o caldo entornou, as críticas estão voltando.

O Botafogo tem um time médio. Sendo muito bonzinho. Caio Júnior tem feito um trabalho muito bom.

Mas o Botafogo é a equipe com o maior complexo de inferioridade que existe no futebol intergalático. O clube e a torcida.

Nunca é culpa deles. Sempre dos outros. Do árbitro, do atacante, do treinador, do gramado, do tempo. E nisso o clube se perde em sua pequeneza.

Pra um Botafogo lutar por uma vaga na Libertadores já é uma grande coisa. Mas a torcida, presa em 1968, quer sempre ser campeã. Chega ao ponto de vaiar o time por um jogo inteiro. Ao invés de apoiar, vaiam. Xingam, desestabilizam seus próprios jogadores.

E no fim das contas, quem vai pagar vai ser o Caio Júnior. Se o Botafogo não se classificar pra Libertadores ele vai pro saco. Ou pro limbo, como queiram.

Essa história de ser treinador é realmente muito complicada. Demais. Complexa.

Vamos para o Cuca. Quando chegou veio com muita desconfiança da torcida. Perdeu seus 6 primeiros jogos no comando. A torcida perdeu as esperanças em uma salvação.

Mas ele deu o jeito dele. O Atlético não está salvo. Long disso, basta olhar a tabela.

Mas já melhorou bastante. Demorou um tempinho, mas tem melhorado. Hoje o Cuca teve seu nome gritado. Pelo que parece por toda a torcida e pela primeira vez.

Do mesmo jeito que fizeram com o Dorival ano passado, queriam até dar o prêmio de “Treinador da Década” pra ele, por um trabalho psicológico de 6 meses. O mesmo que o Cuca tem feito agora.

Não gostei da contratação do Cuca, especialmente pelo seu trabalho no Cruzeiro. Mas para o propósito que foi contratado, não tinha ninguém melhor.

O time já estava lá. Pierre e Carlos César foram os únicos (excelentes) nomes trazidos por Cuca. Do que os jogadores precisavam mesmo era de vontade. Ele deu o incentivo que eles precisavam pra ter essa vontade…mas…..

Quando foi o último bom trabalho do Cuca montando uma equipe. O mais importante de tudo, quando ele teve tempo para ver o time que montou dar resultados? No São Paulo? Já tem tempo né.

Aqui o assunto volta a seu ponto inicial. A longevidade de Ferguson. Quem sabe o que teria acontecido se Cuca não tivesse sido demitido do Cruzeiro. Ou se Dorival não tivesse sido demitido do Galo.

Ou mais de acordo com o propósito, Cuca conseguirá formar um time bom para o ano que vem, na Série A ou B? Terá tempo pra isso?

Por aqui pelos trópicos essas questões ficarão sem respostas. Porque como posso falar que o Cuca faz bons trabalhos se ele tem que iniciar uma montagem de time a cada 6 meses?

One thought on “Sobre Ferguson, Caio Júnior e Cuca

  1. Respeito sua opinião, mas o Ferguson é uma exceção. Ele e mais alguns.
    Mas o futebol europeu não é esse mar de rosas que se fala. Tem muito técnico que roda após alguns meses de resultados ruins. Incluindo-se aí alguns técnicos brasucas. Felipão no Chelsea, Luxa no Real… Na Itálias também é raro ver técnicos com vida longa.
    Claro que eles não chegam ao absurdo do Brasil, onde alguns clubes chegam a 4 ou 5 técnicos por temporada.
    O problema do Cuca e Caio Jr é parecido. Eles até conseguem montar bons times. Mas quando não existe pressão por títulos. Quando a coisa aperta o final é aquele de sempre. Tipo o “belo Antônio” do futebol🙂

    Quem é melhor: Neymar, Messi, Vettel, Justin Biba ou Obama? E se o Neymar dirigisse uma RBR e o Messi fosse astronauta, quem teria mais fãs no Twitter?????😆

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s