Tá chegando a hora!


Pra quem é (ou foi) viciado em futebol, o início da temporada europeia é um momento muito esperado e cheio de expectativas.

Na minha época de completamente viciado em futebol esse período de férias dos campeonatos europeus era muito pior que as férias dos times brasileiros. Hoje pra mim não faz falta nenhuma. Mas confesso que me peguei com uma certa expectativa essa semana pelo início dos campeonatos europeus.

Há expectativas de todas as maneiras: clubes grandes tendo que se recuperar de temporadas terríveis, clubes médios tentando se afirmar de vez, a expectativa em relação ao Manchester City e, guardadas as proporções, PSG, o Barcelona tentando o primeiro Bi da era Champions League, o Real de Mourinho tentando acabar com a hegemonia do rival….enfim, é muita coisa. Resolvi destacar:

Bem-vindos ao clube

O Manchester City se reforçou para disputar a Liga dos Campeões.

R$ 500.000,00 por semana....vale a pena?

Com a expectativa que a UEFA limite o número e dinheiro que os clubes poderão gastar com contratações, os bilionários donos do, antes simpático, clube inglês resolveram gastar uma nota preta em reforços e principalmente em Kun Aguero. Sinceramente não acho que o genro do Maradona, mesmo sendo um excelente jogador, não vale o que foi pago e nem o salário absurdo que receberá.

Aliás, o maior problema dos Citizens será a guerrinha de vaidades que já começou a separar o elenco. E ter que lidar com jogadores gente fina como Balotteli e Kompany não ajuda muito. Roberto Mancini, mesmo com um time rico e bem pago, terá trabalho pra levar o City ao título inglês. Mais ainda pra levar o City muito adiante na Liga dos Campeões.

Já na França a surpresa veio por conta dos novos donos, também bilionários, do PSG. Por lá a política é apostar em jovens talentos que ainda se interessam em ir para a França. Li uma reportagem da BBC que falava que os próprios donos do clube tem a consciência que não é o sonho de ninguém jogar na França. Mas que muitos desejam fazer uma “ponte”, como o dentuço gaúcho. A contratação de jogadores que estavam em clubes médios de países de primeiro nível é interessante pra esse tipo de jogador. Menèz por exemplo, dificilmente ganharia algo na Roma. Pastore muito menos no Palermo. É uma aposta válida. Para o campeonato Francês. Pra Liga dos Campeões o buraco é mais embaixo.

Tentando se manter no topo

É assim que Barcelona, Manchester United e Milan iniciam a temporada. Os catalães tentam manter sua soberania na Espanha e Europa. Não nos esqueçamos que a soberania catalã já dura 3 anos. Se considerarmos o tempo de formação desse time, já se vão belos 7,8 anos que a maioria desses jogadores estão juntos. Uma hora a coisa satura.

Pra tentar não saturar o Barça aposta, pra variar, em jovens jogadores da sua base. Thiago Alcântara é um que será presença constante no primeiro time essa temporada. Entará em muitos jogos. Talvez como Iniesta em uma temporada passada, quando entrou como substituto em TODOS os jogos da equipe catalã. Ganhou maturidade e….

Fora a novela Fabregas. Se o Barça trouxer o meio campista do Arsenal trará um grande jogador que poderá aumentar ainda mais a qualidade do meio campo, se é que isso é possível.

O United e o Milan iniciam a temporada tentando se manter como campeões em seus países e são favoritos pra tal. Especialmente o Manchester. O Milan terá mais trabalho. Enquanto o Manchester é muito superior que o Chelsea, principal rival, o Milan não fica assim tão a frente da Inter. Dificilmente o título escapará da dupla de Milão. As outras equipes italianas estão andares abaixo deles. Na Inglaterra bastará o Manchester manter sua regularidade e cabeça fria que são característicos de Sir Alex Ferguson (pelo menos dentro de campo), porque falta maturidade e qualidade para Arsenal, Manchester City e Liverpool.

Tentando se reafirmar

Agora de novo técnico o Chelsea tentará o título inglês para acabar com o domínio do Manchester. Villas Boas, se durar no cargo, pode repetir os passos de Mourinho. Mas a pressão de Abramovic pode acabar queimando o treinador. O fato dele ser muito jovem não ajuda em nada.

Já o Liverpool tentará, na primeira temporada completa de Kenny Dalglish, uma vaguinha na Liga dos Campeões.

Dias melhores virão?

Os Reds se reforçaram bem: Charlie Adam, Stewart Downing, Jordan Henderson e Doni. Se não são nomes conhecidos dos brasileiros (exceto Doni, claro), são jogadores jovens e que vem para ocupar posições críticas do time. Gostei da aposta em Stewart Downing, jogador de muita qualidade e muito melhor que Maxi Rodriguez, que está de malas prontas pra voltar pra Argentina. Se vai dar caldo, não sei.

Já Juve aposta mais no seu estádio, que será inaugurado em setembro, do que propriamente nos reforços. Nada espetacular. Muita especulação. Vucinic é um bom nome. O clube aposta mais no técnico Conte, grande zagueirão do início do século, do que em contratações. Aliás, fora Vucinic, o clube gastou muito dinheiro mesmo contratando quem já estava na Juve por empréstimo. Isso inclui o excelente Matri. Não sei qual o impacto o estádio terá na equipe. Jogar no Olímpico era estranho. A Juve lutará por uma vaga na Champions League. Aliás, essa temporada a Itália terá apenas três vagas no torneio. Missão dura, mas não impossível.

O primeiro estádio particular de um clube italiano.

Já o Real Madrid tentará parar o Barcelona. Missão dura. Na segunda temporada de Mourinho no cargo a equipe merengue terá mais “corpo, “forma”, “cara” de Mourinho. Há especulações sobre a saída de inúmeros jogadores que não farão falta nenhuma. Kaká incluso. Mourinho estará mordido e, não tenho dúvidas, terá só mais essa temporada pra provar que pode parar o Barça, seja na Europa, seja na Espanha.

 

Bom, é isso. Deixei passar algo, tenho certeza. Mas falei dos principais fatos que acho que vale a pena ficar de olho. Se tivesse que apostar hoje, cravaria: Manchester Utd, Inter e Barcelona. Mas já provei aqui mesmo que sou terrível fazendo previsões…..

One thought on “Tá chegando a hora!

  1. Bom, eu acompanho mais o Italiano e acho que o Milan leva uma vantagem pelo entrosamento como vc disse/ fez uma boa contratação que é a Mexés (seria interessante até para o Barcelona a meu ver, pois eles precisam de ter reservas para a defesa, mais do que insistir no Fabregas) e podecontar a temporada inteira com o Van Bommel e o Cassano; falta um centroavante reserva para atuar ali qdo o time não conseguir furar retrancas.
    A Inter poderia ter renovado mais o time vendendo o Maicon e o Thiago Motta e trazendo o Tevez (ainda pode trazer, mas pode perder o Sneijder, o que seria uma baixa considerável). Na zaga o Ranocchia não me convenceu ano passado, mas pode ser tb pelo esquema kamikase do Leonardo. Acho só que a Roma, com uma melhor retaguarda financeira e uma tentativa de jogar à Barcelona (contratando o Luis Enrique de treinador) e a Juventus com o estádio pronto e se derem tempo para o Conte trabalhar, podem incomodar mais, já que o Napoli terá de dividir atenções com a UCL.

    Sobre os outros torneios falamos mais qdo os jogos começarem, mas só te falo para prestar atenção no Borussia Dortmund; se Gotze, Grosskreutz, Kagawa jogarem na UCL o que jogam no campeonato alemão, pode dar muito trabalho na competição continental; vi uma parte do jogo de estréia contra o Hamburgo e foi um baile. Tb acho que o Porto, se o novo técnico manter o espírito do Villas Boas, pode tb fazer uma pressão.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s