2 em 1


Vou aproveitar e comentar 2 assuntos da semana em um post só. Se bem que os dois assuntos estão ligados. Primeiro a atuação de Ronaldinho Gaúcho. E de Neymar, por tabela. Depois a convocação da seleção:

————————————-

Onde está o meio termo?

Assisti ao jogo ontem entre Santos e Flamengo e, como qualquer um que tenha assistido ao jogo, fiquei impressionado com o espetáculo. Quis o destino que fosse um jogo que envolvia 2 dos três times mais falados do Brasil nesse ano.

Sem os exageros cometidos pela imprensa, foi um jogo épico mesmo. Jogaço. Pra entrar pra história. Isso é fato.

O que não pode é, após uma atuação espetacular de Ronaldinho Gaúcho, vir um monte de gente e pedir o dentuço na seleção….Peraí!

E o Ronaldinho lesma? Alguém realmente acha que ele, do nada, sumiu? Que aquela sua disposição pra ir pra balada acabou? Que o seu futebol voltou aos tempos de Barcelona como um passe de mágica?

Ouvi gente pedindo ele na seleção. Gente dizendo que ele tem vaga “cativa”. Gente dizendo que ele será essencial em 2014. Gente dizendo que ele está jogando muito.

Calma lá. Me lembro exatamente do que todos diziam antes dessa “virada” do Flamengo no Brasileirão. Tinham criado o disque-dentuço. Diziam que ele estava velho, fora de forma, desmotivado, que não era nem sombra do que foi um dia….

As mesmas pessoas.

Entenderia isso de um torcedor, que mal acompanha notícias ou não tem tempo de ficar “estudando” futebol.

Mas é, sem exageros, inadimissível que um cara que é pago pra analisar e dar opiniões mude de ideia assim, do nada. Que se deixe levar pelo imediatismo da situação.

E se na próxima partida o dentuço voltar a sua forma média dessa temporada? O que dirão? Onde está o meio termo, o “foi uma grande atuação, mas é prematuro pra dizer que o cara deve voltar pra seleção baseado em apenas um jogo.” ?.

E o mesmo vale pra Neymar. Já tem muita gente que esqueceu o estrelismo do monstrengo. Esqueceram que não jogou um décimo do que jogou ontem na seleção. E ainda enchem a bola do cara.

Impressão minha ou Neymar parece sofrer da mesma síndrome que Messi?

—————————————————–

A minha seleção

Vi a convocação de Mano e não preciso falar nada sobre ela, a minha opinião já expressei aqui diversas vezes.

Resolvi então fazer a minha seleção. Chamei quem eu acho que chamaria se fosse empregado do Ricardo Teixeira. E não tem Ralf na lista:

Minha seleção, num 3-5-2

Júlio César. Fábio, Diego Alves

Maicon, Marcelo, Daniel Alves, Danilo, Michel Bastos

Thiago Silva, David Luiz, Dedé, Miranda, Juan

Oscar, Casemiro, Henrique, Ganso, Hernanes, Lucas (SP), Renato Augusto

Pato, Neymar, Nilmar, Hulk

Éderson e Phillip Coutinho ficariam de “stand-by” no meio campo.

Esquema: não sou o mestre das táticas, mas tenho conhecimentos gerais, muito graças aos bons e velhos Football Manager. Jogaria num 3-5-2 porque nossos “laterais” hoje são melhores alas que laterais. Marcelo e Maicon/Daniel Alves seriam os titulares.

Uma zaga com David Luiz, Juan e Thiago Silva é, convenhamos, de respeito. Jogadores técnicos e que sabem jogar feio também. E com o agora santista Henrique ali dando cobertura, creio que teria uma bom sistema defensivo sem ser um “ferrolho”.

Henrique e Hernanes funcionariam como volantes, mas o Hernanes seria mais aquele volante de saída de bola, o elemento surpresa. O mesmo serviria pra Henrique, que também faz isso, com menos qualidade. Mas é claro que quando um “subir” o outro “fica”. Senão fica igual o Atlético né.

Com isso teria Ganso livre pra pegar a bola no meio e distribuir, tanto para os alas quanto para Neymar, que faria o que faz no Santos, voltando mais pra tabelar com os alas e Ganso e partindo pro ataque.

E como centroavante, mas também com muita técnica, Hulk. Não entendo porque esse cara não tá na seleção.

Justificativas:convocaria Diego Alves para o gol, mas não é pelo fato de que ele tem o mesmo empresário que eu (sic). É um jovem goleiro que provou seu valor na Espanha jogando por um clube pequeno e que agora tem sua chance num grande. Logo logo estará num gigante, tenho certeza disso. Potencial ele tem de sobra.

Acho que Dedé é o melhor zagueiro atuando no Brasil hoje. Danilo é um lateral/ala com enorme potencial. Michel Bastos é um excelente ala. Oscar e Casemiro se encaixam na categoria “jovens de talento” e merecem uma chance desde já.

Renato Augusto faz a função “Kaká” muito bem, mas não adianta pedir pra ele marcar ninguém. É camisa 10 brasileiro, não é camisa 10 turco. Pato seria uma “sombra” muito viva pra Hulk e Neymar e Nilmar já provou que pode ser uma excelente opção quando as estrelas não estão brilhando.

 

Enfim, devo ter esquecido alguém. Eu mesmo acho que a convocação foi muito “jovem”. Sei que tem muita gente aí que está só começando a carreira e precisa aprender ainda. Mas qual melhor aprendizado que jogar na seleção sabendo que ali está sendo avaliado pra Copa de 2014?

Como teremos só amistosos por um bom tempo, creio que esse tipo de teste com muitos jogadores jovens é válido. Dá rodagem, vivência, maturidade para os garotos. Ajuda a potencializar a evolução deles como jogadores.

E ai, concorda? “Disconcorda?”

 

ps: o wordpress tá esgotando minha paciência. Qualquer dia mudo…..

2 thoughts on “2 em 1

  1. Eu não vi o jogo do Fla X Santos, só o compacto. Pelo compacto que carregou o Fla nas costas foi o Leo Moura. É um dos poucos laterais/alas que chega na linha do fundo e PASSA pro colega em lugar de bicar de cabeça baixa.
    Sobre o Ronalducho e o povo que muda de opinião a cada jogo (tenho uns conhecidos assim), eles se merecem. São esses mesmos que vão chorar no meio-fio depois de cada fiasco da seleção.

    Sobre tua seleção… Olha o Marcelo é daqueles que não quer saber de seleção. Ainda que seja bom lateral eu NUNCA convocaria ele. O Michel Bastos já mostrou o “serviço” em 2010. O Juan andou mal na última temporada no Roma, com muitas contusões. E ainda tem alguns que não gosto muito. Mas o fundamental é que nesse (ou em qualquer time formado) não vejo nenhum jogador fora de série. Um zico, um Sócrates, Rivelino, R9 na época boa…

    Concordo com o que disse sobre o Leo Moura. Só aquele cabelo que pelamordedeus….
    Quanto a seleção: o Michel jogou “deslocado” na seleção do Dunga. Ele é um daqueles que não pode ter a obrigação de marcar nem sequer uma lesma. Tem que se lançar pro ataque e alguém tem que cobri-lo.
    Quanto ao Marcelo eu não sei o que aconteceu com ele e o Mano. Talvez ele não se interesse muito mesmo pela seleção, mas, sem levar esse fator em conta, ele estaria na minha seleção.
    Quanto ao “diferencial”, um “fora-de-série”, era para termos 3 nessa seleção: Kaká, Adriano e Dentuço Gaúcho. Infelizmente, por motivos diversos, nenhum deles está em condições de vestir a amarelinha.
    Temos Ganso e Neymar, que mais maduros, podem ser esse “fora de série” que precisamos.

  2. Acho legal o time poder ter a opção de jogar com 3 zagueiros, só acho que o Juan não é mais o mesmo jogador e o David Luiz ainda é uma aposta; nas outras posições vejo bons os nomes que colocou, mas como disse o Marco não há um cara incontestável realmente.

    Sobre o Marcelo, penso que deve ser chamado até por falta de opção, o Kaká penso que ainda pode ter uma chance de voltar e o Dentuço não me convence; não vi o jogo de quarta, mas marcado pelo Pará é bem fácil do cara jogar né…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s