Imprensa suja


A imprensa mineira está fazendo uma campanha, nada declarada, claro, para derrubar o técnico Dorival Júnior. Confesso que quando comecei a ouvir a partida tinha apenas a intenção de torcer. Mas depois de um tempo percebi comentários fora de contexto, que foram ficando claramente piores com o tempo.

Que fique claro, ouvi o jogo pela Rádio Itatiaia. Quando me refiro a imprensa mineira é porque fiz questão de ouvir as entrevistas pós jogo. Só para perceber que os comentários estavam todos no mesmo tom.

Enquanto o galo foi se perdendo dentro de campo, numa clara demonstração de corpo mole dos jogadores, não todos, mas a maioria, os jornalistas da rádio direcionavam todas suas atenções para Dorival.

Não interessava se o tal Patric estava se esquivando do alambrado e fingindo que corria. Não interessava se o Dudu Cearense entrava para as divididas da mesma maneira que eu nas peladas que jogo. Não interessava se havia jogadores fingindo que jogavam, entrando sem a menor vontade nas divididas ou em ataques que mais pareciam um bando de baratas tontas.

Os jogadores (nem todos) querem derrubar Dorival.

A imprensa mineira quer derrubar Dorival.

Talvez ele não tenha pago a cota mensal pra que eles puxem o seu saco.

Porque até a terceira rodada estava tudo uma maravilha. Era time pra ser campeão, Libertadores e tal.

Vieram dois jogos bons, mas com empates e agora duas derrotas. E tudo mudou radicalmente.

Os jogadores que a imprensa puxava o saco, bajulavam, agora são crucificados. Sempre sempre surge um bem informado dizendo que “fulano tá na balada”. Os desgraçados estavam lá quando as coisas estavam bem. O jogador e o jornalista. Bastaram duas derrotas para o jornalista abrir a boca.

Os comentários que ouvi ontem na rádio passaram dos limites. O treinador é que não presta. O mesmo treinador que chegou a entrar numa enquete de “melhor da década” no fim do ano passado, feita pelo portal Superesportes, da Alterosa e dos Diários Associados e que, já há algum tempo tem uma parceria com a Rádio Itatiaia.

E as perguntas feitas após o jogo, num claro tom de querer desestabilizar o treinador emocionalmente e fazê-lo falar merda, não funcionaram. Dorival esquivou-se.

Assim como os jogadores. O jovem Wendell, que ainda não mostrou a que veio, foi bombardeado covardemente pelos jornalistas. Pra quem não sabe o menino entrou em campo e foi substituído 10 minutos depois. Saiu xingando Deus e o mundo. Um “repórter” pôs palavras na boca dele e foi, graciosamente, desmentido pelo jogador, que estava chorando no vestiário. Tentaram jogá-lo contra Dorival. O mesmo repórter não perguntava, afirmava que não teria mais clima para ele e Dorival no time, e ele, por pura falta de maldade e amadorismo, não conseguia responder. A única pergunta que respondeu foi a dos palavrões.

No fim, o foco era todo em Dorival.

Como se ele fosse o culpado de um tal de Patric ser uma desgraça como jogador de futebol. Como se ele fosse o culpado por Renan Ribeiro estar com síndrome de Rogério Ceni. Como se ele fosse culpado pelo mau caráter de uma boa turma de jogadores, que recebem MUITO e EM DIA.

Há muitos bons jornalistas no mundo. Muitos mesmo. Gente que erra, mas que tem caráter e ética. Inclusive na imprensa mineira, apesar da proporção ser bem menor. Mas tenho a impressão que quando a audiência diminuiu, o dinheiro parou de entrar e começou a sumir, muita gente desceu a um nível que, pelo menos pra mim, chegou ao limite.

———————————————————————

O que acho:

– Que Dorival errou ao pedir a contratação de certos jogadores

– Que ele continua errando ao escalar quem claramente está fazendo corpo mole

– Por corpo mole entenda: gente que sabe jogar, é bom mesmo, estava jogando bem e de repente, como mágica, passou a não jogar nada, tirar o pé em divididas, tomar cartão de propósito, perder gols “imperdíveis”

– Que um setor da imprensa deve ter alguma reclamação quanto a Dorival e por isso está sendo tão dura em relação a ele

– Que eles sabem que a menor parcela de culpa por duas derrotas seguidas se deve ao treinador. Mas ignoram isso

– Que tem muita gente travestida de torcedor. Comemorar gol do adversário é o mais baixo que alguém pode chegar. Desse tipo de gente que só torce quando o time está ganhando ou dando espetáculo, o lado de lá da lagoa está contratando. Lá eles estão acostumados com isso. Aviso pra quem quer mudar de lado: aprenda a cantar o hino do Flamengo, ok?

Esse texto é mais um desabafo. Pretendo publicar uma historinha mais leve. Uma lição pro nosso sistema de perdeu, demite.

3 thoughts on “Imprensa suja

  1. O que acontece com o Atlético é muito simples: O time vive uma pressão midiática parasitária mais ou menos como a que acontece com o Corinthians; o time ganha de goleada do Guarani de Divinópolis e dizem “agoooora vai, ninguém segura”; por ter sido escolhido como time do povo, tentam vender a imagem que têm um grande time quando na maioria das vezes não têm (tirando o time de 2001 a meu ver). E a diretoria não mostra competência para contratar na maioria dos casos, remontando o time 3 vezes desde que o Dorival chegou, indo muito na onda da imprensa que faz a torcida de massa de manobra; obviamente ele é o menos culpado na situação, apesar do estilo ofensivo que ele imprega nas suas equipes, às vezes desguarnecendo a defesa (mesmo assim gosto dele como treinador). Estruturalmente o clube até melhorou, mas enquanto ficar na onda de que “a torcida ganha jogo” e não trabalhar profissionalmente vai ficar de decepção em decepção; Sobre a atuação da imprensa concordo plenamente. Só discordo dessa “síndrome de Rogério Ceni”,rs…

    Talvez o maior “parasitarismo” venha do fato que a maioria da imprensa mineira é atleticana. A grande maioria e não digo isso sem embasamento. São, antes de mais nada, torcedores com microfone na mão.
    Vou falar depois dessa coisa de estrutura e time, coisas que a meu ver não tem tanta ligação. Pela estrutura que o Atlético tem hoje, era pra ser campeão brasileiro.
    A, ia me esquecendo, pra mim o time de 2001 foi o “mais bem montado”, mas o que todo atleticano da minha idade põe na lista de “time ideal” é o de 1999.

  2. Jogador fazendo corpo mole pra derrubar técnico é tão antigo quanto programa de calouros. Já vi isso dezenas de vezes. E a culpa disso é dos dirigentes, que sabem de tudo e preferem demitir o técnico em lugar de mandar 3 ou 4 figurões pro olho da rua.
    Não vou falar sobre as rádios mineiras (não as escuto), mas de modo geral tá cheio de repórter levando “um troco pro café” pra falar bem de jogador, técnico, dirigente… Uns fazem isso por intere$$e, outros pra ficar bem com a torcida.
    Eu parei de levar em conta esse povo depois de ver (ouvindo) umas coisas na rádio (na época em que o Eurico mandava no futebol carioca), e depois do caso da turminha da Band que recebia de empresários pra “engrandecer” alguns jogadores que precisavam ser vendidos.

  3. Entendo que muitos torçam para o CAM, até porque em MG a coisa é mais dividida entre 2 times mesmo, diferente de SP com 4 grandes, mas aí fico mais com a opinião do Marco; a questão da troca de favores, intere$$es, interfere tanto ou mais no fato do jornalista “mensaleiro” torcer para A ou B.

    Concordo que estrutura não ganha jogo, mas ajuda o clube ter chance de fazer bons campeonatos.

    O time de 99 até a penúltima rodada do Brasileiro estava sendo eliminado (classificavam 8), tanto que mandaram o Dario Pereyra embora; a combinação de resultados ajudou o time a se classificar e o fato de pegar o Cruzeiro logo de cara no mata-mata fez o time ganhar moral; o time de 2001 era mais técnico pro meu gosto.

    Acho que foi justamente pela arrancada na reta final que aquele time de 199 ficou na memória.
    O time de 2001 foi o mais bem montado. Era muito mais técnico realmente.
    O time de 1999 foi mais na raça.
    E fora o fato que o time de 1999 era muito bom também. É só pegar o time que entrou em campo na final: Galván, Caçapa, Belleti,Mancini, Marques e Guilherme. Desses alguns chegaram a ser convocados pra seleção.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s