Há (muita coisa) de (muito) podre no reino da FIFA


Não sou nenhum profeta da democracia e também não sou a Record, que cada dia surpreende mais com sua mesquinhez que chama de jornalismo.

O Marco comentou há alguns dias sobre a bagunça que é a CONMEBOL. Digo apenas que a nossa falida confederação sulamericana é apenas o retrato piorado do que é a FIFA. Já já comento sobre a nossa “Libertadores”.

Não digo que a FIFA está falida financeiramente. Ela está falida é na suas bases, os seus pilares, na credibilidade. A questão é que, desde sempre, a FIFA se caracterizou por ter “Presidentes” que se perpetuaram no poder. Afirmo, desde sempre. Até mesmo Jules Rimet.

O que houve de novo da década de 1970 pra cá foi a expansão do futebol, a globalização da marca FIFA, talvez uma das mais conhecidas e poderosas hoje.

Com a globaização veio o dinheiro. Tão escasso antigamente, nos tempos áureos do “futebol arte”, quando se jogava por amor a camisa, afirmo hoje que o futebol está se transformando no novo brinquedinho de bilionários que tem, de alguma forma, gastar o seu suado dinheirinho antes que o fisco os pergunte a sua origem.

E não entenda isso apenas na escala dos clubes, cada vez mais vendo sua salvação em um bilionário árabe. Leve em conta os empresários, emprasas de promoção de eventos, contratos de patrocínio…. E claro, leve em conta que uma Copa do Mundo no Catar não seria possível sem uma ajudinha dos sheiks ou seja lá o que forem que governam o tal “país”.

Cadê o Teixeira quando preciso dele?

O tal escândalo de compra de votos estourou como uma bomba nas mãos de Blatter. Na verdade todo mundo ali tem o teto de vidro. A saída do vice-presidente da FIFA e presidente da CONCACAF ontem é apenas mais um capítulo dessa contubada história cheia de meandros. O próprio Bin Hammam tem o teto de vidro.

A questão é que ninguém se perpetua no poder como Blatter, Havelange , Teixeira, Leoz, sem que haja esse tipo de esquema. Sim, afirmo isso, mas obviamente, não posso provar aqui sentado na minha cadeira ouvindo Norah Jones e pensando no que farei a noite. Nem é de meu interesse. Caso seja do seu, confira aqui.

Mas esteja atento: Havelange se perpetuou por 24 anos. Não havia oposição? Todos estavam 100%de acordo com sua gestão? E Teixeira? Com tantas críticas a seu reinado a frente da CBF, como ele sempre é eleito, prorroga mandatos e etc? Não há algo maior por trás disso?

Claro que sim! Como disse, todos tem teto de vidro.

E é fazendo essa “limpeza” superficial que Blatter pretende permancecer tanto tempo quanto Havelange a frente da FIFA. Na verdade ele está apenas encobrindo os fatos, usando alguns bodes expiatórios e vai tentar se manter por lá até, talvez, a Copa de 2030. Porque não, afinal ele terá apenas 94 anos lá, se Havelange ainda está vivo, porque ele não poderá estar?

—————————————————————

O Poder da FIFA

Uma instituição que, do alto da sua aparente inércia, obriga países a gastarem bilhões de dólares para receber seus eventos. E um ponto muito discutido por quem não é fã de futebol vem sempre a tona: Vale a pena?

Claro que vale. O investimento que a África do Sul fez, por exemplo, nos aeroportos e infraestrutura vão durar por décadas. E o Brasil pode fazer o mesmo. Agora o investimento para “modernizar” ou “adequar” os estádios, esse sim, é desperdício de dinheiro público.

E ai atente para o fato que a FIFA organiza dezenas de eventos anualmente. Dezenas. São “Copas Sub alguma coisa”, eliminatórias Sub alguma coisa, Eliminatórias da Copa do Mundo, “amistosos oficiais”, Campeonato do Mundo de Clubes, Copa do Mundo masculina e feminina, torneios femininos, etc.

Leve em conta isso espalhado pelos 6 continentes. E leve em conta os patrocínios globais de marcas tão poderosas quanto ela, como a Coca-Cola, Visa, Emirates e Sony.

A Copa do Mundo Sub 17, que está ocorrendo agora no México é mais um exemplo disso. As copas das bases ocorrem a cada dois anos. Diria que o público não é o forte dessas competições, apesar de que em países como o México a média ainda é boa para a categoria. O que mantém e sustenta os eventos são os patrocínios.

Não tenho valores certos, mas o caminhão de dinheiro que essas empresas despejam na FIFA é, sem nenhuma dúvida, mais que suficiente para organizar e manter esses eventos sem nenhum prejuízo. São dezenas de eventos, mas lembre-se que há TVs transmitindo, patrocínios locais, etc. A questão é para onde vai o “excedente”?

Afinal, a intenção da FIFA é desenvolver o futebol pelo mundo, mas as suas ações para tal não vão lá muito além de construir campos de grama sintética, baratos de se manter, e fazer campanhas contra racismo e pelo jogo limpo.

Não é surpresa nenhuma quando leio sobre suspeitas de corrupção em Associações africanas. Afinal, a FIFA dá o dinheiro e o presidente dá o voto. O que ele faz com o dinheiro, isso não é da conta de Blatter.

Leve em conta que como instituição máxima do futebol as ações da FIFA estão mais que certas. As intenções é que preocupam. Afinal, qual o desenvolvimento que notamos no futebol africano do início do milênio pra cá? Quase nenhum, as seleções continuam fracas e a infraestrutura continua precária em 95% dos países africanos.

———————————————————————-

CONEMBOL

A Confederação sulamericana é a mais emblemática de todas. Sim, digo isso porque acho que tenho um pouquinho de razão. Raciocine comigo:

— Temos um presidente vitalício

— Nossas competições continentais tem a participação de times de outro continente, tanto de seleções como clubes

— Temos times argentinos que tem vagas vitalícias em uma competição continental por ordem de uma televisão….mexicana!

E vai me dizer que o Libertad cresceu do nada?

— Nossas competições acontecem em semestres diferentes para se adaptar aos “campeonatos duplos” dos países filiados

— Temos um presidente vitalício

— Temos uma ilha chamada Brasil. Isso por que aqui se aplicam punições a objetos arremessados em campo e as regras da FIFA de modernização dos estádios. Fora o fato que os times daqui estão tomando lições com os europeus em termos de marketing e o nosso campeonato está sendo, aos poucos, organizado.

— Os outros países parecem estacionados no tempo, tanto em termos técnicos quanto de infraestrutura:

— Ainda temos torcedores arremessando pedras, paus, tenis, chinelos, rádios e garrafas dentro de campo e os juízes simplesmente arremessam os objetos para o lado

— Temos um presidente vitalício

— Os estádios da maioria dos times do continente parecem pocilgas: são velhos, antiquados e sujos. E ainda sim recebem jogos das seleções e das competições continentais de clubes

–E pra encerrar, temos um presidente vitalício

Acho que não tenho nada mais a falar sobre essa sujeira no futebol. Não sei nem 10% das podridões e esse texto é apenas um pequeno desabafo do pouco que sei. Afinal de contas, continuo sendo torcedor e apaixonado por esse esporte. Apesar de tudo.

2 thoughts on “Há (muita coisa) de (muito) podre no reino da FIFA

  1. Não bastasse todo o poder, dinheiro e sujeira, a FIFA ainda interfere nas leis e determinações dos governos onde realiza competições. Basta ver essa nova regra pra ocultar o preço das obras da Copa. Isso é ordem e vontade do sr. Blatter e Ricaço Teixeira.
    Parabéns pelo artigo.

  2. A pior coisa é a subserviência dos governos que aceitam essa situação, ainda mais aqui no Brasil em que o populismo impera e dizem que se não fizermos a Copa passaremos vergonha(como se não passassemos com as atuais condições de saúde, educação…)

    Parabéns pelo blog sugiro uma coluna sobre a imprensa esportiva nacional, jáque vc disse que gosta do Jogando em Casa do Esporte Interativo no Tevezona (discordo em parte de sua opinião).

    Obrigado pelo comentário e pela sugestão Alexandre!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s