O Renascimento dos Bulls


Tinha 1,7% de chance de dar certo

Após o fim da Era Jordan, o Chicago Bulls caiu no ostracismo. Foram impressionantes 6 temporadas seguidas sem conseguir chegar nem sequer aos playoffs. Em 2005 os Bulls voltaram aos playoffs, apenas para cair no primeiro confronto. Fato que se repetiu no ano seguinte. Apenas em 2007 a franquia voltou as semifinais, caindo para os Pistons. Já 2008 foi terrível.

É claro que não foi apenas a saída de Jordan que ocasionou essa queda brutal. Afinal, após o título de 1993 ele “se aposentou” mas o time chegou numa semifinal de Conferência no ano seguinte.

O fato é que após sua “segunda aposentadoria”, o Chicago também perdeu Pippen e Rodman, além de Phil Jackson. Só isso já foi o suficiente para destruir a franquia.

Mas parece que Derrick Rose está conseguindo fazer a franquia renascer. Após ser draftado em 2008, quando o Bulls ganhou na loteria da NBA o direito de ter a primeira escolha do draft, ele vem fazendo os torcedores dos Bulls sonharem alto novamente. Vide a melhor campanha dessa temporada regular.

É o destino conspirando a favor dos Bulls?

Levem em conta que as equipes que não alcançam os playoffs tem direito de fazer as primeiras escolhas do draft seguinte. A equipe de pior campanha tem mais chances de ganhar a primeira escolha, chances que vão diminuindo de acordo com a posição final. Quanto melhor, menos chances.

Naquele ano de 2008 o Chicago tinha apenas 1,7% de chance de ganhar a primeira escolha. E venceu.

E para tudo ter um tom mais fantástico ainda, Derrick Rose é de Chicago, portanto é muito identificado com os Bulls.

Na sua primeira temporada foi eleito o calouro do ano. De quebra levou o Chicago Bulls novamente aos Playoffs. Fato que se repetiu na temporada seguinte.

E nessa temporada os Bulls estão sonhando bem mais alto. De uma maneira geral a campanha dos Bulls é surpreendente. Mas se pararmos para analisar, o time da cidade do vento é muito bom. Mesmo.

Comece por Rose, que tem as médias mais altas da sua curta carreira em todas as estatísticas. Especialmente os pontos, mais de 24 por jogo, e assistências, por volta de 8 por partida.

Some um excelente elenco de apoio com jogadores como Carlos Boozes, Luol Deng, Joaquim Noah e Ronnie Brewer e  um bom treinador, Tim Thibodeau e o resultado foi uma excelente campanha na temporada regular. Mesmo tendo que enfrentar lesões de Noah e Boozer.

Algo em Derrick Rose me faz crer que esse time dos Bulls está fadado ao sucesso. Talvez seja a identificação do jogador com a cidade e o time. Talvez sejam suas jogadas sensacionais, quando infiltra com tanta habilidade e desenvoltura que cometo a heresia de me lembrar de Jordan.

Talvez seja a improbabilidade da chance que levou Rose aos Bulls.

Os Rockets escolheram Olajuwon. Portland ficou com Bowie. "Sobrou" Jordan para os Bulls.

Em 1984 a primeira escolha do draft não foi Michael Jordan. Foi o também lendário Hakeem Olajuwon, que levou o Houston Rockets aos seus dois únicos títulos, justamente nos dois anos em que Jordan se ausentou/jogou um pedacinho.

Jordan tampouco foi a segunda escolha. Sam Bowie foi escolhido pelo Portland. Reza a lenda que o Portland procurava por um pivô, não por um ala, como Jordan. O fato é que Bowie teve uma carreira marcada por lesões e nunca foi o excelente jogador que havia sido na NCAA.

Para a sorte dos Bulls. As chances de Jordan passar por duas escolhas de franquias antes de ser draftado é mais ou menos o mesmo tanto que a 1,7% de chance que os Bulls tinham de conseguir a primeira escolha.

Parece que os ventos voltaram a soprar na direção certa em Windy City.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s