Playoffs chegando – Hora de decisões


A temporada regular da NBA está terminando. Praticamente todos os times tem entre 70 e 68 jogos, o que significa que faltam apenas 12/14 jogos para terminar a temporada. Enquanto algumas equipes já garantiram a sua classificação para os playoffs, outras já não tem mais chances. Se na Conferência Leste a briga pelas vagas finais envolve, no máximo, 3 times, na Conferência Oeste apenas 4 times podem pedir o boné e fazer corpo mole nas últimas rodadas.😀

————————————————————————————-

Oeste Selvagem

Pra variar a Conferência Oeste é a mais equilibrada e mais qualificada. San Antonio, LA Lakers e Dallas já garantiram vaga nos playoffs, enquanto o Minnesota e o Sacramento não tem mais chances.

Fica difícil acreditar que o Oklahoma perderá sua vaguinha como quarto colocado. E com Kevin Durant, Russel Westbrook e Kendrick Perkins em forma, o Oklahoma surge como o azarão mais forte da Liga.

Azarão porque a franquia é jovem, tendo se mudado de Seattle há poucos anos. Contando com jogadores jovens, eles já conseguiram uma histórica classificação para os playoffs na temporada passada, quando fizeram os Lakers suarem a camisa em 6 jogos. Esse ano ainda podem ser considerados azarões. Se o time for mantido pra próxima temporada, passam a ser realidade. E uma realidade muito forte.

O Denver aparece em quinto e é outro time que se continuar jogando dessa maneira, não perderá a vaga. Apesar de estar a  apenas cinco vitórias do nono colocado, o ex-time de Carmelo Anthony recebeu muito bem os três titulares dos Knicks que foram trocados pela superestrela. Felton, Gallinari e Chandler caíram como uma luva no time de Nene.

Já as outras vagas para os playoffs estão indefinidas. Portland e New Orleans, com 40 vitórias, tem vantagem. O Memphis aparece como o oitavo, com 38 vitórias, apenas uma vitória a frente do Houston. Na sequência vem Phoenix e Utah. Mas tudo indica que a briga realmente será entre Memphis e Houston. Com vantagem para o Memphis, que tem Zac “tartaruga ninja” Randolph em grande fase, e que pode também contar com a volta do excelente Rudy Gay, que faz falta a equipe do Tenesse. Fica difícil acreditar numa recuperação espetacular do baleado Utah Jazz, sem Jerry Sloan e Deron Williams.

Golden State e LA Clippers estão no limbo. Teoricamente ainda tem chances, mas só um milagre os classificaria. Já Sacramento e Minnesota já deram adeus, apesar dos excelentes jovens Kevin Love, Tyreke Evans e Demarcus Cousins.

—————————————————————————————-

No Leste, a briga é pra quem será o primeiro

Já na Conferência Leste as coisas estão mais bem definidas. Os quatro primeiros (Boston, Chicago, Miami e Orlando) já garantiram seu lugar ao sol e com vantagem de jogar mais jogos em casa. Resta saber as posições finais entre eles. O que pode fazer muita diferença.

Miami, Chicago e Boston duelam para ver quem fica em primeiro. Não há diferença entre os três, a disputa será pau a pau até o fim.

O Miami Heat, de LeBron James acordou depois de tomar umas sacudidas feias. Devolvou uma derrota de 30 pontos de diferença para o San Antonio, venceu o Lakers e Orlando e parece que Chris Bosh se contentou com seu papel de terceiro homem da franquia. (Afinal, todo mundo odeia o Chris, certo?😀 )

Derrick Rose está levando o bom time do Chicago de volta a luta pelo título depois de 12 anos. Pra ser mais exato, ele está provando que há vida na cidade dos ventos após Michael Jordan.

E o quarteto All-Star do Boston Celtics está bem, obrigado. Tropeçando como sempre nas rodadas finais, mas nada de grave. E não podemos esquecer: Shaquille O’Neal retornará descansado para os Playoffs. E o Orlando parece que vai ter que se contentar com a quarta posição. O que já é muito, levando em conta toda a reformulação que a franquia passou durante a temporada.

Já os outros times vão fazer apenas figuração. Diferente do Oeste, onde as franquias que passarem entre 5º e 8º podem causar alguma surpresa, fica difícil acreditar que alguma franquia nas mesmas posições do Leste possa fazer o mesmo.

Só para exemplificar, o Oitavo colocado do Oeste (Memphis) tem 38 vitórias hoje. Estaria em Sexto do Leste. E o mais, digamos, assustador, é que o Oitavo colocado do Leste (Indiana), tem 30 vitórias. Seria o 12º do Oeste.

Dessas franquias, Atlanta, Philadelphia e New York já estão praticamente classificadas. Os Knicks, cambaleantes após a contratação de Carmelo Anthony, tem 35 vitórias e muitas incertezas na bagagem. O time se resume a Melo, Stoudemire e Billups. De resto, nada empolga. O banco é fraquíssimo. Se a intenção é fazer uma franquia vencedora, o pessoal da capital do mundo vai ter que trabalhar duro na pós-temporada.

E a última vaga é uma incógnita. O Indiana tem dois jogos de vantagem para Milwaukee e Charlotte. Na prática as equipes se equiparam. Difícil acreditar que alguma dessas equipes consiga repetir a façanha dos Knicks de 1999, que se classificaram em 8º e chegaram à final, perdendo para o San Antonio.

O resto é resto. Destaque para a queda vertiginosa do Detroit Pistons, campeão de 2004. A franquia virou uma bagunça. Tudo bem que o pessoal por lá sempre teve fama de bad-boys, mas pelo menos os caras jogavam muito! Hoje a franquia está esfacelada. Tal como a cidade.

E claro, destaque negativo para o Cleveland Cavaliers. Apenas 13 vitórias até agora. E está ficando cada vez mais difícil cumprir a promessa de que seriam campeões antes de LeBron.

 

Dando uma de Polvo Paul, creio que o título fique entre Boston Celtics, LA LAkers, Miami Heat e San Antonio Spurs. Dallas Mavericks e Chicaco Bulls correm por fora. Orlando e Oklahoma estão dois passinhos atrás.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s